Parque Estadual Mata dos Godoy – Londrina/PR – 04/10/1997

Londrina, 4 de outubro de 1997

 

https://maps.google.com/maps?q=londrina&hl=pt-BR&ie=UTF8&ll=-23.460097,-51.238689&spn=0.142512,0.154324&sll=37.0625,-95.677068&sspn=61.840212,79.013672&t=h&hnear=Londrina+-+Paran%C3%A1,+Rep%C3%BAblica+Federativa+do+Brasil&z=13

Edenilson e eu vamos conhecer uma coisa que se tornou rara no Norte do Paraná: mata nativa. Vamos para a Mata dos Godoy, uma das últimas reservas naturais de mata nativa da região.

Pegamos um ônibus de Sertanópolis a Londrina, desembarcamos na rodoviária e seguimos pedalando rumo à parte sul da cidade. Passamos pelo patrimônio do Espírito Santo, pelo patrimônio Regina e continuamos seguindo a estrada rumo ao distrito de São Luiz.

foto11.png

A reserva pertenceu à família Godoy até 1989, quando foi transformada em Parque Estadual. Possui 675,7 hectares e localiza-se no Patrimônio Regina a 15 km de Londrina. A área abriga espécies animais e vegetais em extinção como, por exemplo, a peroba rosa, o cedro, o pau-marfim e diversas espécies de canelas.

A Universidade Estadual de Londrina constatou a presença de 180 espécies de aves, o que caracteriza a Mata dos Godoy como floresta tropical/subtropical. Há jacus, papagaios, tucanos, anambés, etc. Entre os animais foram encontradas antas, veados, cotias e capivaras. O parque foi aberto à visitação pública em 1995. Foram inaugurados os portais, trilhas ecológicas, uma praça em forma de quiosque e a sede administrativa.

A estrada até a mata é asfaltada mas encontra-se numa região acidentada, tornando o percurso de certa forma cansativo.

No parque é permitido percorrer duas trilhas na parte denominada “Projeto Madeira”. Uma trilha pode ser percorrida sem guia (Trilha Álvaro Godoy). É na realidade uma estrada de terra abandonada que corta o extremo norte do parque. Quando estávamos fazendo esta trilha, vimos alguns catetos tomando banho de lama numa poça no meio da estrada.

A outra trilha é denominada “Interpretativa” e só pode ser percorrida acompanhado de guia. Apesar disso, nós a percorremos sozinhos pois tínhamos que voltar para Londrina com certa pressa. Nesta trilha pudemos ver peculiaridades interessantes como um peroba caída e oca e outra grandes árvores. Vimos ainda inhambus, que são aves nativas da região. Na entrada do parque vimos maritacas, pica-paus e outras aves nativas.

foto6

A reserva fazia parte da fazenda Santa Helena de propriedade da família Godoy e trata-se de uma das últimas reservas de mata nativa da região norte do Paraná. Vale ainda ressaltar que a área foi conservada por localizar-se em terreno acidentado e de difícil manuseio se fosse usada para alguma atividade comercial. Se fosse um terreno não acidentado, creio que ela teria sido desmatada como o restante da fazenda.

Depois de fazer a trilha, voltamos para a entrada do parque e fomos conhecer o centro de visitantes. Um dos guias nos contou sobre a existência de uma cachoeira nas proximidades do parque, num lugar chamado Bullet. Dica para uma próxima aventura.

Por volta das 10h da manhã pegamos a estrada de volta para Londrina. Voltamos para a rodoviária e tomamos o ônibus de volta para Sertanópolis.

Foram 40 kms pedalados.

Um comentário sobre “Parque Estadual Mata dos Godoy – Londrina/PR – 04/10/1997

  1. Pingback: Cachoeira da Fazenda do Bullet – Salto dos Apertados – 08/02/1998 | Ser Pedalante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s