Cachoeira da Fazenda do Bullet – Salto dos Apertados – 08/02/1998

Londrina, 8 de fevereiro de 1998

https://maps.google.com/maps?ll=-23.460924,-51.324284&spn=0.014901,0.01929&t=h&z=16&lci=com.panoramio.all

Minha bike estava em Londrina há algumas semanas. Eu queria explorar a cidade e marquei um pedal com o Edenilson. Ele chegou de manhã e saímos pedalando rumo ao Patrimônio Regina. Esqueci meu capacete em Sertanópolis, e tive que seguir sem ele.

Num pedal anterior, em que visitamos o Parque Estadual da Mata dos Godoy, fomos informados sobre a existência de uma cachoeira nas proximidades do parque e resolvemos voltar para conferir.

Logo após o Patrimônio Regina, pegamos uma estrada de chão à direita. Logo no início, a estrada corta um trecho de mata, mas depois a paisagem abre e o que se vê são longas estradas de terra cortando pastos e lavouras.

Passamos pela Fazenda Santa Helena, de propriedade da família Godoy, que se estende até os limites do parque. Passamos pela capela da fazenda.

Bulet00007

Nos campos que cruzamos, gralhas, gaviões e outras aves decoravam a paisagem.

A estrada de terra foi longa e cansativa. A única informação que tínhamos era que havia uma cachoeira naquela região e fomos nos informando com os moradores quando encontrávamos alguém. Depois de muito perguntar, eis que numa casa em que paramos para pegar água, nos deram uma informação confiável. Finalmente achamos a cachoeira. O Salto dos Apertados faz referência ao nome do rio que o forma, e também é conhecido como Cachoeira da Fazenda do Bullet. Quando lá chegamos fomos informados que um homem havia morrido há uma semana afogado em suas águas.

A cachoeira tem cerca de seis metros de altura, fica num vale de acesso um pouco complicado e parece ser frequentemente visitada. Havia um pouco de lixo no local.

A Fazenda do Bullet havia sido recentemente invadida pelo MST (Movimento Sem Terra). Pudemos ver nela também uma pequena mata de araucárias.

Bulet00022

 

Bulet00023

Estátua de Roland, na entrada de Rolândia.

A cachoeira fica num local que parece ser equidistante de Apucarana e Arapongas. Como já estávamos próximos a Arapongas, seguimos para lá. A comida e a água já haviam acabado há muito tempo quando chegamos em Arapongas. Esfomeados, entramos no primeiro bar que apareceu. Bolacha recheada e tubaína foram nosso almoço, às 13h. Seguimos para Rolândia. Mais uma parada e mais bolacha e tubaína. Depois Cambé, sem parada, e seguimos direto pela PR-323 rumo a Sertanópolis. Um pouco depois da Warta, Edenilson que já vinha muito cansado, pregou de vez. Estava ficando muito para trás e sempre que eu parava para esperá-lo ele chegava e deitava no chão. Mas não era de se estranhar, pois já estávamos com 105 kms rodados. Faltava pouco. Depois da Warta há uma grande descida e foi fácil chegar em Sertanópolis.

 

No total, rodamos 130 km. Valeu a pena. Conhecemos uma bela cachoeira.

Um comentário sobre “Cachoeira da Fazenda do Bullet – Salto dos Apertados – 08/02/1998

  1. Pingback: Parque Estadual Mata dos Godoy – Londrina/PR – 04/10/1997 | Ser Pedalante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s