Como NÃO fritar no longão! Os dez mandamentos de sobrevivência do ciclista.

por Evandro Torezan

Ciclista CansadoEu já fritei. E quem nunca fritou?

Não importa se você está bem preparado, com o melhor equipamento, carregando peso ou não. Não importa se a trilha é curta ou longa. Errou, exagerou … fritou!

Fritar é um dos últimos estágios antes da exaustão. É uma gíria usada no mundo ciclístico. O atleta ainda tem um pouco de energia, mas está nas últimas. É questão de tempo ele começar a passar mal, vomitar, ter tonturas e até desmaiar.

E tudo começa na cabeça. O ciclista não quer ficar para trás na subida, força o ritmo para acompanhar os amigos, vai se desgastando aos poucos e logo vem o cansaço extremo, a falta de ânimo, a fraqueza.

bannerlivro

Não sou especialista em nutrição, nem profissional de educação física, nem médico. Mas vou relacionar abaixo algumas dicas anti-fritura. Elas funcionam para mim e foram construídas depois de anos de pedal, com fritadas esporádicas.

Vamos lá. Qualquer dúvida ou sugestão, entre em contato.

  1. Esteja preparado fisicamente. Treine. Seu corpo deve estar acostumado a pedalar.
  2. Ao sair de casa, carregue suas baterias. Nada de dieta no dia de pedal. Coma carboidratos de lenta absorção, como a batata-doce, e bastante! Geralmente, eu como um prato de batata-doce quando o pedal é longo.
  3. Não tente acompanhar o ritmo dos outros, nem a mais, nem a menos. Não fique girando fora do seu ritmo. Se você estiver mais rápido do que seus colegas, ande na frente e pare numa sombra para esperar. Se estiver mais lento, peça para seus amigos lhe esperarem.
  4. Durante a atividade, consuma 30 gramas de carboidrato de 40 em 40 minutos. Alterne doces e carboidrato em gel de várias marcas. Se você não fizer isso, a energia para manter seu corpo em movimento será retirada de seus músculos. Perder massa muscular não é bom.
  5. Leve refeições, com carboidratos e proteínas, para os momentos em que você costuma comer. Ex: hora do almoço, hora do jantar, etc. A quantidade vai depender da duração de sua atividade. Eu geralmente levo uma latinha de atum e fatias de pão.
  6. Beba água sempre, antes de sentir sede.
  7. Se conseguir, beba isotônicos e água de coco.
  8. Use protetor solar e reaplique-o, preferencialmente, a cada hora. A longa exposição ao sol sem proteção causa insolação e desidratação.
  9. Resfrie seu corpo. Pare sempre na sombra, molhe o corpo quando puder, abra o zíper da camisa para que o calor se dissipe. Se tiver um longo tempo de parada, tire o capacete, as luvas, a sapatilha.
  10. Terminada a atividade, alimente-se para recuperar a energia perdida. Começa aí sua preparação para o próximo pedal. Dessa vez, proteína e carboidrato. Dieta? Só amanhã.

E se, durante a trilha, algum amigo fritar mesmo seguindo essas dicas, ajude-o. Mas se não seguiu, não quis carregar peso, não levou comida … não foi por falta de aviso.

Bom pedal, seus fritos!

fritomtb

Gostou do artigo? Deixei seu comentário.

9 comentários sobre “Como NÃO fritar no longão! Os dez mandamentos de sobrevivência do ciclista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s